03-06-2022

Cabeleireira presa em Botucatu por extorquir ex-companheiro

A Polícia Civil de Botucatu identificou uma cabeleireira de 28 anos suspeita de usar nomes de autoridades da cidade para extorquir o ex-companheiro, de quem exigia depósitos de valores sob ameaça de denunciá-lo por um suposto estupro. Ela chegava a receber 10 mil reais por mês desta forma.